Esquerdistas da CUT tentam se aproveitar da greve dos caminhoneiros

Idiomas:

Português   English   Español
TARCISO MORAIS
TARCISO MORAIS
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Pegando o embalo da paralisação dos caminhoneiros, os petroleiros decidiram entrar em greve a partir de quarta-feira (30).

As informações são da Gazeta do Povo.

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) decidiu entrar em greve a partir de quarta-feira (30). Os trabalhadores vão parar por 72 horas, até às 23h59 do dia 1.º de junho. A federação chama a paralisação de “greve de advertência”.

Roni Barbosa, da FUP e secretário nacional de Comunicação da Central Única dos Trabalhadores (CUT), afirmou que a decisão foi tomada neste sábado (26) em reunião no Rio de Janeiro, realizada também em teleconferência.

A principal pauta  da greve é a redução dos preços dos combustíveis e dos gás de cozinha. No entanto, os petroleiros também pedem o fim das importações de derivados de petróleo, criticam privatizações e querem a demissão de Pedro Parente, presidente da Petrobras.

Neste domingo (27), os petroleiros farão atrasos e cortes de rendição em Abreu e Lima, Repar, Refap, Araucária Nitrogenados, Rlam e Fafen Bahia, segundo informações de O Antagonista.

Newsletter RENOVA

Receba diariamente as principais notícias do Brasil e do Mundo.

Curta e compartilhe esta notícia

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on google
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário

Veja outras notícias em destaque