Esquerdistas da CUT tentam se aproveitar da greve dos caminhoneiros

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Pegando o embalo da paralisação dos caminhoneiros, os petroleiros decidiram entrar em greve a partir de quarta-feira (30).

As informações são da Gazeta do Povo.

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) decidiu entrar em greve a partir de quarta-feira (30). Os trabalhadores vão parar por 72 horas, até às 23h59 do dia 1.º de junho. A federação chama a paralisação de “greve de advertência”.

Roni Barbosa, da FUP e secretário nacional de Comunicação da Central Única dos Trabalhadores (CUT), afirmou que a decisão foi tomada neste sábado (26) em reunião no Rio de Janeiro, realizada também em teleconferência.

A principal pauta  da greve é a redução dos preços dos combustíveis e dos gás de cozinha. No entanto, os petroleiros também pedem o fim das importações de derivados de petróleo, criticam privatizações e querem a demissão de Pedro Parente, presidente da Petrobras.

Neste domingo (27), os petroleiros farão atrasos e cortes de rendição em Abreu e Lima, Repar, Refap, Araucária Nitrogenados, Rlam e Fafen Bahia, segundo informações de O Antagonista.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.