- PUBLICIDADE -

Estadão acusa manifestantes em Brasília de ataque contra profissionais

Estadão acusa manifestantes em Brasília de ataque contra profissionais

- PUBLICIDADE -

Jornal apresenta vídeo com imagens de fotógrafo sendo hostilizado aos gritos de “lixo”.

O jornal Estadão acusou apoiadores do presidente da República, Jair Bolsonaro, de agressão “com chutes, murros e empurrões a [sua] equipe de profissionais”.

O suposto ataque teria ocorrido durante manifestação em Brasília contra o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, e o Supremo Tribunal Federal (STF).

O veículo de imprensa disse que o fotógrafo Dida Sampaio “usava uma pequena escada para fazer o registro das imagens quando foi empurrado duas vezes por manifestantes, que desferiram chutes e murros nele”.

O Estadão acrescenta que o “motorista do jornal, Marcos Pereira, que apoiava a equipe de reportagem também foi agredido fisicamente com uma rasteira”.

Em reportagem sobre o assunto, intitulada “Profissionais do Estadão são agredidos com chutes, murros e empurrões por apoiadores de Bolsonaro”, o jornal apresenta um vídeo com imagens do fotógrafo sendo hostilizado aos gritos de “lixo”. É possível ver alguns chutes.

Nas redes sociais circulam outros vídeos do desentendimento entre manifestantes e funcionários do Estadão.

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -