- PUBLICIDADE -

Estado de exceção e toque de recolher no Equador por coronavírus

Estado de excecao e toque de recolher no Equador por coronavirus
Imagem: Rodrigo BUENDIA/AFP

- PUBLICIDADE -

Equador suspendeu por 14 dias os serviços de transporte entre as províncias e os voos domésticos.

O governo do Equador decretou, nesta segunda-feira (16), estado de exceção, com direito a toque de recolher e suspensão do trabalho.

A medida foi tomada diante da pandemia do novo coronavírus, que já infectou 58 pessoas e matou 2 em território equatoriano.

Em pronunciamento em rede nacional, segundo a agência France-Presse, o presidente Lenín Moreno declarou:

“Decretei o estado de exceção no país, pelo qual fechamos os serviços públicos, exceto os de saúde, segurança, e aqueles que por emergência os ministérios decidam manter abertos.”

As indústrias agrícolas, pecuárias, de saúde, bancos e comércios de alimentos são as única que seguirão operando no país.

Moreno também ordenou o “toque de recolher entre nove da noite e cinco da manhã”, a partir desta terça-feira, 17 de março.

A circulação de veículos particulares também foi limitada e se organizará de acordo com o último número das placas dos automóveis.

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -