Português   English   Español

Estado Islâmico executou cristãos de forma sistemática durante invasão de cidade nas Filipinas

Durante os primeiros dias do conflito, a grande maioria da população civil evacuou Marawi, mas vários cristãos foram alvo de extremistas e morreram enquanto tentavam deixar a cidade.

A invasão do Estado Islâmico contra Marawi terminou mês passado e deixou milhares de mortos. A cidade de 200 mil habitantes, localizada na ilha de Mindanao, sofreu nas mãos dos extremistas por meses.

De acordo com relatório da Anistia Internacional, jihadistas executaram civis regularmente por não seguirem a religião islâmica; em sua maioria, as vítimas eram seguidores do cristianismo.

Outro grupo de direitos humanos, com base no Reino Unido, disse ter entrevistado 11 indivíduos que testemunharam 10 incidentes separados em que terroristas mataram friamente 1 ou mais civis.

 

Com informações de: (1)

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter