Português   English   Español

Estado Islâmico executou mais de 5 mil pessoas na Síria desde 2014

Desde junho de 2014, o grupo jihadista executou 5,1 mil pessoas, entre elas 2,8 mil civis eram civis e 106 crianças.

O grupo terrorista Estado Islâmico (EI) executou 5.171 pessoas, entre elas 2.896 civis, nas regiões dominadas na Síria desde que declarou um califado em junho de 2014 até hoje, segundo uma apuração do Observatório Sírio de Direitos Humanos.

Entre os civis executados há 106 crianças, e entre as vítimas se encontra um ativista dessa ONG, identificado como Yaudat al Rabah. Todos foram fuzilados, degolados, decapitados, lançados do topo de edifícios ou queimados em várias províncias sírias.

De acordo com informações da EXAME:

Também foram executados nos últimos quatro anos 379 integrantes das facções rebeldes e islâmicas e da Frente al Nusra, antiga denominação do braço sírio da Al Qaeda.

Além disso, o EI assassinou 1.325 integrantes das forças governamentais e milicianos aliados ao governo de Damasco, após terem sido capturados em combates ou detidos em postos de controle dos jihadistas nas zonas ocupadas.

O EI matou 569 dos integrantes do próprio grupo, incluindo mulheres, acusadas de espionagem a favor de países estrangeiros e da coalizão internacional liderada pelos EUA, por terem “relações sexuais ilegais” e por “dissidência”, e muitos foram aprisionados quando tentavam fugir e retornar aos seus países.

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter