Português   English   Español

Estado Islâmico mata 12 combatentes de força apoiada pelos EUA

Estado Islâmico mata 12 combatentes de força apoiada pelos EUA

Doze combatentes das FDS (Forças Democráticas Sírias), uma aliança de milícias árabes e curdas respaldada pelos Estados Unidos, morreram neste domingo (4).

Os curdos foram mortos em um ataque do grupo terrorista Estado Islâmico (EI) no último reduto extremista na Síria. Um extremista do EI em um carro-bomba explodiu perto de uma posição das FDS.

O Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH) anunciou “12 mortos e 20 feridos” entre os combatentes da aliança na explosão e confrontos registrados entre as localidades de Hayin e Al-Bahra, na província de Deir Ezzor, não muito longe da fronteira iraquiana.

Desde 10 de setembro, data de lançamento pelas FDS da ofensiva anti-EI na região de Hayin, ao menos 327 combatentes da força curdo-árabe morreram, contra 523 extremistas.

 

Adaptado da fonte AFP

Deixe seu comentário

Veja também...