Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Estado Islâmico reivindica ataque terrorista em Londres

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Estado Islâmico reivindica ataque terrorista em Londres
COMPARTILHE

O esfaqueamento na capital britânica, desde o início, foi tratado pelas autoridades como terrorismo.

O grupo Estado Islâmico reivindicou a autoria de um ataque terrorista que deixou dois mortos na última sexta-feira, 29 de novembro, em Londres

 O comunicado do EI afirma que Usman Khan era um de seus “soldados”, mas não contém evidências de que ele era ligado ao grupo.

A polícia antiterrorismo do Reino Unido passou o sábado buscando pistas sobre como um jihadista preso por terrorismo, e que foi solto no ano passado, conseguiu esfaquear as pessoas.

De acordo com a polícia, ele foi condenado em 2012 por ameaças terroristas e liberado em dezembro de 2018 de forma condicional, o que significa que precisava cumprir determinadas condições sob pena de voltar para a cadeia, informa o jornal Estado de Minas.

O terrorista foi controlado por pedestres e, posteriormente, morto a tiros por policiais após exibir um colete suicida. Duas pessoas morreram e outras 12 ficaram feridas no ataque.

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram