- PUBLICIDADE -

‘Estamos vivendo um estado de exceção’, diz Zambelli

Zambelli diz que Moro deve responder por denunciacao caluniosa
Imagem: HUGO BARRETO/METRÓPOLES
- PUBLICIDADE -

Zambelli classificou a movimentação de Moraes através do inquérito das fake news como “ação ilegal”.

Alexandre de Moraes, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou, nesta quarta-feira (27), que alguns deputados deverão ser ouvidos nos próximos dias no inquérito das fake news.

Todos os nomes de políticos na mira do magistrado são aliados diretos do presidente da República, Jair Bolsonaro.

Entre os alvos está a deputado federal Carla Zambelli (PSL-SP).

Em mensagens na rede social no Twitter, Zambelli declarou:

“Se você aplaude a ação ilegal contra seu adversário, não adianta reclamar quando ela se voltar contra você.”

A parlamentar acrescentou que o Brasil já vive um “estado de exceção”:

“Estamos vivendo um estado de exceção, ironicamente sob os aplausos dos que acusam o Presidente Jair Bolsonaro de querê-lo.”

Os deputados, no entanto, não foram alvos de mandados de busca e apreensão, mas precisarão prestar esclarecimentos em até 10 dias.

Moraes também determinou que as postagens dos políticos nas redes sociais sejam preservadas.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -