- PUBLICIDADE -

Estruturas de pedra na Arábia Saudita foram usadas há 7 mil anos

Estruturas de pedra na Arábia Saudita foram usadas há 7 mil anos

“Sem paralelo em qualquer lugar do mundo”, disse a arqueóloga.

- PUBLICIDADE -

Misteriosas estruturas de pedra de cerca de 7 mil anos foram descobertas na Arábia Saudita, em 2017.

Recentemente, uma equipe internacional de pesquisadores publicou um estudo no jornal científico The Holocene sobre as estruturas.

A pesquisa mostrou que as construções pré-históricas estão entre as primeiras em grande escala na Península Arábica.

Dessa forma, possivelmente, estas são algumas das estruturas mais velhas do mundo. 

Centenas destas estruturas, que são conhecidas como “mustatil” (“retângulo”, em árabe), estão espalhadas por toda a região norte da Arábia Saudita. 

Na extremidade de cada um dos monumentos, os pesquisadores encontraram plataformas — uma delas tinha até uma pintura com desenhos geométricos. 

Em entrevista ao site Live Science, o líder do estudo, Huw Groucutt, comentou:

“É bem possível que essas estruturas tenham sido visualmente espetaculares, e talvez bastante pintadas.”

Misteriosas estruturas de pedra de cerca de 7 mil anos foram descobertas  na Arábia Saudita, em 2017.  Recentemente, uma equipe internacional de pesquisadores publicou um estudo no jornal científico The Holocene sobre as estruturas.  A pesquisa mostrou que as construções pré-históricas estão entre as primeiras em grande escala na Península Arábica.  Dessa forma, possivelmente, estas são algumas das estruturas mais velhas do mundo.   Centenas destas estruturas, que são conhecidas como “mustatil” (“retângulo”, em árabe), estão espalhadas por toda a região norte da Arábia Saudita.   ESTRUTURA |   Na extremidade de cada um dos monumentos, os pesquisadores encontraram plataformas -- uma delas tinha até uma pintura com desenhos geométricos.   Em entrevista ao site Live Science, o líder do estudo, Huw Groucutt, comentou:  “É bem possível que essas estruturas tenham sido visualmente espetaculares, e talvez bastante pintadas.”  ESTRUTURA2  Apesar de não saberem ao certo para que as “mustatil” serviam, pesquisadores acreditam que elas podem ter sido usadas para contextos ritualísticos na região, que costumava abrigar também atividades de pastoreio.    “Não foram projetados para manter nada dentro, mas para demarcar o espaço que é claramente uma área que precisa ser isolada”, disse Hugh Thomas, autor principal de um estudo divulgado no mês passado, à revista New Scientist.  A arqueóloga Melissa Kennedy disse ao site Art Newspaper que as estruturas apontam que uma crença religiosa comum pode ter sido mantida em uma grande parte do noroeste da Arábia durante o Neolítico Superior.  “Uma característica que é até agora sem paralelo em qualquer lugar do mundo”, acrescentou Kennedy.

Apesar de não saberem ao certo para que as “mustatil” serviam, pesquisadores acreditam que elas podem ter sido usadas para contextos ritualísticos na região, que costumava abrigar também atividades de pastoreio.  

“Não foram projetados para manter nada dentro, mas para demarcar o espaço que é claramente uma área que precisa ser isolada”, disse Hugh Thomas, autor principal de um estudo divulgado no mês passado, à revista New Scientist.

A arqueóloga Melissa Kennedy disse ao site Art Newspaper que as estruturas apontam que uma crença religiosa comum pode ter sido mantida em uma grande parte do noroeste da Arábia durante o Neolítico Superior.

“Uma característica que é até agora sem paralelo em qualquer lugar do mundo”, acrescentou Kennedy.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -