- PUBLICIDADE -

EUA acusam China de ‘campanha de desinformação’ na crise do coronavírus

Pompeo visita América do Sul para elevar pressão contra Maduro

- PUBLICIDADE -

Washington acusa China de não ter sido transparente e de ter deixado o coronavírus se espalhar pelo mundo.

Mike Pompeo, chanceler dos Estados Unidos, denunciou, nesta quarta-feira (25), uma “campanha intencional de desinformação” da China em meio à pandemia do novo coronavírus.

Durante entrevista coletiva em Washington, após reunião do G-7, Pompeo declarou:

“O Partido Comunista Chinês representa uma grande ameaça à nossa saúde e ao nosso modo de vida, como a epidemia demonstrou claramente.”

Segundo o portal G1, o chanceler acrescentou:

“Queremos desesperadamente trabalhar com todos os países do mundo, incluindo a China, para encontrar soluções para manter o maior número possível de pessoas vivas [e] depois restaurar nossas economias que foram dizimadas pelo vírus de Wuhan.”

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -