EUA acusam China de condenar canadense à morte por motivos políticos

Idiomas:

Português   English   Español
EUA acusam China de condenar canadense à morte por motivos políticos
TARCISO MORAIS
TARCISO MORAIS
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

A Chancelaria dos EUA afirmou nesta quarta-feira (16) que a condenação à morte de um cidadão do Canadá por um tribunal da China é “motivada politicamente”.


O porta-voz do Departamento de Estado dos EUA, Robert Palladino, afirmou que o chanceler Mike Pompeo e a ministra de Relações Exteriores canadense, Chrystia Freeland, conversaram e “expressaram suas preocupações sobre as detenções arbitrárias e condenações de cidadãos canadenses motivadas politicamente”, informa o “Sputnik“.

Um tribunal da China condenou o canadense Robert Schellenberg à morte em um repentino novo julgamento por tráfico de drogas na segunda-feira (14).

Freeland e o primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, têm conversado com líderes mundiais sobre o caso de Schellenberg e os casos de dois canadenses presos na China em aparente retaliação à prisão da executiva chinesa Meng Wanzhou, da Huawei, conforme noticiou a RENOVA.

A executiva chinesa foi detida no Canadá a pedido dos Estados Unidos — que defendem sua extradição para responder a acusações de fazer negócios com empresas sancionadas do Irã.

A Casa Branca anteriormente chamou as detenções de “ilegais”, mas o presidente Donald Trump não se pronunciou. O premiê canadense Justin Trudeau ligou para Trump na semana passada para falar sobre o assunto.

Newsletter RENOVA

Receba gratuitamente as principais notícias do Brasil e do Mundo por email.

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit
Share on vk

Deixe seu comentário...

Veja também...