Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

EUA acusam China de ‘intimidação e coerção’ em área disputada

Tarciso Morais

Tarciso Morais

COMPARTILHE

O secretário de Defesa dos EUA, Jim Mattis, acusou Pequim neste sábado (2) de “intimidação e coerção” no Mar da China Meridional, onde o regime chinês estabeleceu forte presença militar em um território disputado por várias nações.

Em um fórum sobre segurança realizado em Singapura, Jim Mattis declarou:

Apesar de a China afirmar o contrário, a instalação destes sistemas de armas está relacionada diretamente ao uso militar com o propósito de intimidação e coerção.

De acordo com informações do BOL:

Mattis declarou que Pequim instalou uma ampla gama de equipamento militar sofisticado, incluindo mísseis terra-mar e terra-ar e radares no Mar da China Meridional, onde está construindo ilhotes e reforçando sua presença militar.

“Apesar de a China afirmar o contrário, a instalação destes sistemas de armas está relacionada diretamente ao uso militar com o propósito de intimidação e coerção”.

O secretário de Defesa criticou o presidente chinês, Xi Jinping, por ignorar o compromisso adotado com a Casa Branca em 2015 de não militarizar as ilhas em disputa no Mar da China Meridional.

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram