EUA acusam ditadura da Venezuela por morte de opositor

Idiomas:

Português   English   Español
EUA acusam ditadura da Venezuela por morte de opositor
TARCISO MORAIS
TARCISO MORAIS
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Versão oficial da ditadura chavista é que Fernando Albán se suicidou na prisão.


O governo dos Estados Unidos foi o primeiro a acusar a ditadura da Venezuela pelo envolvimento no caso.

Na terça-feira (9) a ONU, a União Europeia e o Brasil pediram separadamente uma “investigação transparente” do assunto, mas não chegaram a responsabilizar o regime de Nicolás Maduro.

O advogado do oposicionista já tinha questionado a versão oficial e seu partido, o Primeiro Justiça, considera que ele foi assassinado no cárcere.

Siga a RENOVA no TWITTER e acompanhe todas as notícias em tempo real.

O texto da Casa Branca não acusa diretamente as autoridades venezuelanas de terem matado Albán, mas critica o fato dele ter morrido enquanto estava em custódia do governo e promete novas ações contra Caracas.

“A administração Trump vai continuar a aumentar a pressão contra o regime Maduro e deus aliados até que a democracia seja restaurada na Venezuela”, afirma a nota.

Fernando Albán era vereador do município Libertador, em Caracas. Foi preso pelos agentes da Sebin, a polícia política do regime, na sexta-feira passada.

Segundo informações da Renova Mídia, o procurador-geral da ditadura chavista, Tarek William Saab, disse que “o cidadão pediu para ir ao banheiro e, estando lá, se jogou do 10º andar”.

Adaptado da fonte Folha

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit
Share on vk

Deixe seu comentário...

Veja também...