Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

EUA alertam aliados contra ‘coerção’ da China

Tarciso Morais

Tarciso Morais

EUA alertam aliados contra ‘coerção’ da China
COMPARTILHE

Pompeo alertou que "é mais necessário do que nunca a colaboração dos aliados” contra a China.

Mike Pompeo, chanceler dos Estados Unidos, participou de uma reunião, nesta terça-feira (6), com os chefes da diplomacia da Austrália, Índia e Japão

O encontro, que ocorreu em Tóquio, teve como objetivo apresentar uma frente unida contra o regime comunista da China.

O chanceler do governo Donald Trump  é o primeiro alto funcionário norte-americano a visitar o Japão desde que o primeiro-ministro Yoshihide Suga assumiu o cargo, no mês passado.

Pompeo pediu aos aliados que se unam contra a “exploração, corrupção e coerção” da China na região. 

Dos quatro representantes diplomáticos presentes na reunião, Pompeo foi quem assumiu a linha mais dura em relação a Pequim, referindo-se à “pandemia que veio de Wuhan”, que o americano disse ter “piorado infinitamente com o encobrimento do Partido Comunista Chinês”. 

Pompeo alertou ainda que “é mais necessário do que nunca a colaboração dos aliados para proteger nosso povo e parceiros da exploração, corrupção e coerção do Partido Comunista Chinês”.

O chanceler dos EUA citou as ações belicosas da China no Himalaia, em Taiwan e em outras localidades, destaca a agência France-Presse.

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram