- PUBLICIDADE -

EUA alertam aliados contra ‘coerção’ da China

EUA alertam aliados contra ‘coerção’ da China

Pompeo alertou que "é mais necessário do que nunca a colaboração dos aliados” contra a China.

- PUBLICIDADE -

Mike Pompeo, chanceler dos Estados Unidos, participou de uma reunião, nesta terça-feira (6), com os chefes da diplomacia da Austrália, Índia e Japão

O encontro, que ocorreu em Tóquio, teve como objetivo apresentar uma frente unida contra o regime comunista da China.

O chanceler do governo Donald Trump  é o primeiro alto funcionário norte-americano a visitar o Japão desde que o primeiro-ministro Yoshihide Suga assumiu o cargo, no mês passado.

Pompeo pediu aos aliados que se unam contra a “exploração, corrupção e coerção” da China na região. 

Dos quatro representantes diplomáticos presentes na reunião, Pompeo foi quem assumiu a linha mais dura em relação a Pequim, referindo-se à “pandemia que veio de Wuhan”, que o americano disse ter “piorado infinitamente com o encobrimento do Partido Comunista Chinês”. 

Pompeo alertou ainda que “é mais necessário do que nunca a colaboração dos aliados para proteger nosso povo e parceiros da exploração, corrupção e coerção do Partido Comunista Chinês”.

O chanceler dos EUA citou as ações belicosas da China no Himalaia, em Taiwan e em outras localidades, destaca a agência France-Presse.

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -