PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

EUA aplicam sanções contra Cuba após protestos pró-democracia

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

"Este é só o começo”, diz Biden sobre as novas sanções contra Cuba.

PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

O governo dos Estados Unidos aplicou sanções, nesta quinta-feira (22), contra um ministro da segurança e uma unidade de forças especiais do ministério do Interior da ditadura de Cuba.

Os americanos acusaram as autoridades cubanas por supostos abusos de direitos humanos na repressão a protestos pró-democracia. 

Em um comunicado, Biden condenou as “detenções em massa e julgamentos falsos“:

“Este é só o começo. Os Estados Unidos continuarão a punir os indivíduos responsáveis pela opressão do povo cubano.”

Em uma mensagem no Twitter, o chanceler de Cuba, Bruno Rodríguez, classificou as sanções como “infundadas e caluniosas“.

O cubano instou os EUA a aplicarem tais medidas a seu próprio histórico de “repressão diária e brutalidade policial“.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.