EUA aplicam sanções contra Rússia por envenenamento de Navalny

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Washington insistiu em seu apelo para que Moscou libertasse o líder da oposição.

Para o governo dos Estados Unidos, não há dúvida: a Rússia está por trás da “tentativa de assassinato” de  Alexei Navalny, o principal opositor do presidente Vladimir Putin.

Com base neste cenário, os EUA anunciaram, nesta terça-feira (2), a imposição de sanções contra sete altos funcionários russos.

A porta-voz da Casa Branca, Jen Psaki, comentou:

“A comunidade de Inteligência considera com um alto nível de confiança que funcionários do Serviço Federal de Segurança (FSB) da Rússia usaram um agente nervoso conhecido como Novichok para envenenar o líder opositor russo Alexei Navalny em 20 de agosto de 2020.”

Já o chefe da diplomacia dos EUA, Antony Blinken, acrescentou:

“O governo dos EUA exerceu sua autoridade para enviar um sinal claro de que o uso de armas químicas e abusos dos direitos humanos pela Rússia têm sérias consequências.”

A punição prevê, entre outras coisas, o congelamento dos bens dos sancionados nos Estados Unidos.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.