Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

EUA bloqueiam comunicado da Rússia na ONU

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Rússia garante resposta à instalação de mísseis dos EUA na Ásia
COMPARTILHE

EUA e Rússia trocaram acusações em reunião da ONU com resquícios da Guerra Fria.

Os Estados Unidos bloquearam, nesta quarta-feira (20), um comunicado de imprensa proposto pela Rússia ao Conselho de Segurança da ONU

Os russos condenaram¹ o uso da força e de mercenários na Venezuela, depois que a narcoditadura de Nicolás Maduro anunciou ter frustrado uma tentativa de invasão.

A crise política no país da América do Sul voltou a fazer com que se enfrentassem, pela terceira vez no mês, EUA e Rússia na ONU. 

Na ocasião, o vice-embaixador da Rússia, Dimitri Polyansky, questionou as intenções da presença da Marinha dos EUA no Caribe:

“Hoje, queremos perguntar: Qual é o verdadeiro objetivo do desfile da Marinha americana no Caribe? Há mais mercenários ‘em terra’ na Venezuela? Quem é responsável pelos ataques à infraestrutura-chave venezuelana, incluindo as redes de energia?”

A embaixadora do EUA na ONU, Kelly Craft, rejeitou uma aprovação conjunta do comunicado pelo Conselho. 

De acordo com ela, a denúncia venezuelana apresentada em carta ao Conselho este mês é “uma compilação de acusações fantásticas e mentiras demonstráveis”, e são Rússia e Cuba que “enviam com regularidade oficiais militares e mercenários àquele país”.

Referências: [1]
- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram