Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

EUA classificam eleição na Venezuela como ‘farsa’

Chanceler dos EUA critica divisão na oposição da Venezuela
COMPARTILHE

"A fraude eleitoral já foi cometida na Venezuela”, diz chanceler dos EUA.

A eleição na Venezuela, neste domingo (6), não teve a participação de observadores da União Europeia e da Organização dos Estados Americanos (OEA), mas contou com monitores do Irã.  

Mojtaba Zonnour foi o chefe de uma delegação parlamentar do regime islâmico, convidada pelo ditador Nicolás Maduro, para atestar a transparência dos resultados. 

Zonnour declarou: 

“O objetivo é desmontar as acusações e o ambiente de guerra psicológica criado pelos americanos na Venezuela.” 

Por outro lado, o chanceler dos Estados UnidosMike Pompeo, disse que a eleição foi uma “farsa”: 

“A fraude eleitoral já foi cometida na Venezuela. Os resultados anunciados pelo regime ilegítimo de Maduro não refletirão a vontade do povo venezuelano. O que está acontecendo é uma fraude e uma farsa, não uma escolha.” 

A União Europeia também rejeitou os resultados, destaca o jornal Gazeta do Povo.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários

PUBLICIDADE