- PUBLICIDADE -

EUA condenam ataques de forças pró-Ortega contra estudantes na Nicarágua

- PUBLICIDADE -

O Departamento de Estado dos Estados Unidos condenou nesta segunda-feira (16) os recentes ataques contra estudantes, jornalistas e membros do clero na Nicarágua.

A administração Donald Trump também advertiu ao presidente esquerdista Daniel Ortega que cada nova vítima nos protestos “mina ainda mais” sua legitimidade.

Em comunicado, a porta-voz do Departamento de Estado, Heather Nauert, declarou:

Cada vítima adicional desta campanha de violência e intimidação mina ainda mais a legitimidade de Ortega. Pedimos a Ortega a que cesse imediatamente sua repressão contra o povo da Nicarágua.

O governo dos Estados Unidos, que foi muito crítico com Ortega, reiterou seu pedido para que sejam realizadas eleições “antecipadas, livres, justas e transparentes” como via para sair da crise que deixou mais de 360 mortos em três meses, segundo números de organizações humanitárias.

Em sua nota, a diplomacia americana condenou “os contínuos ataques da para-polícia de Daniel Ortega contra estudantes universitários, jornalistas e clérigos em todo o país”.

 

Com informações da EFE
PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -