- PUBLICIDADE -

EUA denunciam ‘grande campanha de desinformação’ da Venezuela

Ditador Maduro admite contatos com o governo Trump
- PUBLICIDADE -

EUA destacaram o “histórico de falsidades e manipulação de parte de Maduro e seus cúmplices”.

O ditador Nicolás Maduro acusou os Estados Unidos de envolvimento em um complô para matá-lo. A ação teria resultado na detenção de dois norte-americanos. 

O governo Donald Trump classificou, nesta terça-feira (5), as acusações como um “melodrama” e uma “grande campanha de desinformação” por parte da Venezuela.

Segundo a agência France-Presse, um porta-voz da chancelaria dos EUA declarou:

“Há uma grande campanha de desinformação em marcha pelo regime de Maduro, o que dificulta separar os fatos da propaganda.”

E acrescentou:

“O histórico de falsidades e manipulação de parte de Maduro e seus cúmplices, assim como sua representação altamente questionável dos detalhes, demonstra que nada deve ser levado ao pé da letra quando se vê a distorção dos fatos.”

Ainda de acordo com o governo dos EUA, “o que está claro” é que o regime Maduro está usando isto “para justificar um maior nível de repressão”.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -