EUA dificultam exportação de componentes de telecomunicação à China

Idiomas:

Português   English   Español
EUA dificultam exportação de componentes de telecomunicação à China
TARCISO MORAIS
TARCISO MORAIS
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Um projeto de lei foi apresentado no Congresso dos EUA após a prisão da CFO da Huawei, Meng Wanzhou, detida em dezembro no Canadá sob a acusação de violar as sanções dos EUA contra o Irã.


Um grupo de senadores dos dois partidos (democratas e republicanos) apresentou na quarta-feira (16) um projeto de lei proibindo a exportação de peças e componentes produzidos nos Estados Unidos para empresas de telecomunicações na China que violaram as sanções americanas.

Em comunicado, segundo o “Sputnik“, a assessoria de imprensa do congressista Mike Gallaher declarou:

“Hoje, o deputado Mike Gallagher, o senador Tom Cotton, o senador Chris Van Hollen e o deputado Ruben Gallego apresentaram o projeto HR 7255 para orientar o presidente a impor ordens proibindo a exportação de peças e componentes dos EUA para as empresas telecomunicações chinesas que violam as leis de controle de exportação ou sanções dos EUA.”

Em agosto, o presidente Donald Trump assinou uma lei proibindo agências governamentais de usar serviços da Huawei e da ZTE, entre outras entidades chinesas.

Siga a RENOVA no TWITTER e acompanhe todas as notícias em tempo real.

A decisão veio depois que lojas de varejo em bases militares dos Estados Unidos foram proibidas de vender telefones celulares da Huawei e da ZTE devido a preocupações de que representam um risco inaceitável para as equipes militares.

Equipamentos da Huawei foram banidos dos computadores do governo dos EUA e da maioria das redes de informação americanas por medo de espionagem, algo negado pelos executivos e pelo regime comunista da China.

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit
Share on vk

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...