EUA dizem que China ameaça estabilidade no Pacífico

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Os comentários do militar norte-americano tende a inflamar as tensões com o país asiático.

O almirante Philip Davidson, chefe do Comando Indo-Pacífico dos Estados Unidos, acusou a China, nesta quinta-feira (13), de ameaçar a soberania das pequenas ilhas do Oceano Pacífico, prejudicando a estabilidade da região.

Em um discurso na cidade de Sydney, na Austrália, Davidson disse que o regime comunista estava praticando: 

“Reivindicações territoriais excessivas, diplomacia de armadilha de dívida, violações de acordos internacionais, roubo de propriedade internacional, intimidação militar e corrupção total.”

Segundo a agência Reuters, o militar norte-americano acrescentou:

“O Partido Comunista da China procura controlar o fluxo de comércio, finanças, comunicações, política e o modo de vida no Indo-Pacífico.”

A crescente assertividade do regime chinês no Mar do Sul da China, localidade rica em energia, vem levantando preocupações regionais e dos EUA há algum tmepo.

A China reivindica a maior parte deste território marítimo, pelo qual passam US$ 3,4 trilhões em remessas a cada ano. 

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.