EUA e Brasil juntos na Operação Lava Jato

Idiomas:

Português   English   Español
EUA e Brasil juntos na Operação Lava Jato
TARCISO MORAIS
TARCISO MORAIS
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

O Departamento de Justiça americano está investigando um ex-negociador de petróleo da Petrobras baseado nos EUA, já acusado no Brasil, quanto à participação em um esquema de corrupção envolvendo as tradings de commodities Vitol, Glencore e Trafigura.


Essa foi a primeira confirmação de que investigadores dos Estados Unidos se juntaram à nova fase da operação Lava Jato, que colocou mais de 130 políticos e empresários na prisão em toda a América Latina.

A Procuradoria dos EUA no Distrito Leste de Nova York tem conversado com Rodrigo Garcia Berkowitz, negociador de petróleo baseado em Houston já investigado no Brasil por aceitar milhões de dólares em propinas para ele próprio e para outros.

Berkowitz, de 39 anos, está cooperando com as autoridades norte-americanas na investigação e pode enfrentar acusações nos EUA, segundo a agência Reuters, apesar de no momento ainda não ter sido acusado.

Promotores brasileiros declararam que executivos das empresas de commodities, incluindo alguns nos EUA, estavam envolvidos em pagamentos indevidos a executivos da Petrobras, e que Berkowitz e outros trabalhavam diretamente com essas empresas.

Vitol, Glencore, Trafigura e outras pagaram conjuntamente, em um período de seis anos, ao menos US$ 31 milhões em propinas para integrantes da Petrobras para assegurar vantagens em negócios.

Newsletter RENOVA

Receba gratuitamente as principais notícias do Brasil e do Mundo por email.

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit
Share on vk

Deixe seu comentário...

Veja também...