- PUBLICIDADE -

EUA em alerta após mortes em protestos na Colômbia

EUA em alerta após mortes em protestos na Colômbia
- PUBLICIDADE -

Chanceler dos EUA elogiou o “diálogo nacional convocado pelo presidente Duque”.

As mortes nos protestos na Colômbia causaram “preocupação” no chanceler dos Estados Unidos, Antony Blinken.

Após reunião com a vice-presidente e chanceler colombiana, Marta Lucía Ramírez, Blinken saudou a disposição do governo do presidente Iván Duque de dialogar com os manifestantes:

“O diálogo nacional convocado pelo presidente Duque como uma oportunidade para o povo colombiano trabalhar em conjunto para construir um futuro de paz e prosperidade.”

Foto: Juan Pablo Pino/AFP

Em um comunicado, o porta-voz do Departamento de Estado, Ned Price, prestou “condolências com a perda de vidas durante os protestos recentes na Colômbia”.

Price ainda “reiterou o direito inquestionável dos cidadãos de protestar pacificamente”.

Como noticiou a Renova, nas últimas horas, pelo menos 10 mortes de manifestantes foram registradas na cidade colombiana de Cali.

Ao todo, mais de 7 mil soldados do Exército da Colômbia foram enviados para desmantelar bloqueios de estradas, incluindo membros da Marinha.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -