- PUBLICIDADE -

EUA esperam pelo menos 18 meses de crise com pandemia do coronavírus

'Não é impeachment, é golpe', diz Trump
Foto: Getty Images

- PUBLICIDADE -

Casa Branca prepara planos de contingência presumindo que a pandemia vai durar pelo menos 18 meses.

O governo dos Estados Unidos está se preparando para 18 meses ou mais de pandemia do novo coronavírus

Um documento de 100 páginas obtido pela emissora CNN revelou que a administração de Donald Trump está elaborando um plano de contingência que considera “múltiplas ondas da doença”.

O documento reconhece que não há como saber, neste momento, como a Covid-19 vai se propagar e quão severa será a epidemia no país.

As agências federais, no entanto, estão elaborando planos de contingência presumindo que ela vai durar pelo menos 18 meses, a fim de garantir que o país esteja preparado para os desafios que o coronavírus vai trazer.

Confira outras notícias internacionais e nacionais sobre o coronavírus:

Número de mortes provocadas pelo coronavírus supera 9 mil

A Europa, que registrou mais de 700 mortes nas últimas 24 horas e tem mais de 90 mil pessoas infectadas, é o continente onde a pandemia avança mais rapidamente.

Londres fecha metrô e prepara-se para interdição devido ao coronavírus

O Reino Unido se prepara nesta quinta-feira (19) para uma interdição de Londres, onde as estações de metrô fecharam, e o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, elaborou medidas para enfrentar a crise do coronavírus.

Hospital Einstein, em São Paulo, tem 7 pacientes com coronavírus na UTI

O Hospital Israelita Albert Einstein publicou boletim oficial no qual diz que, até a manhã de quarta-feira (18) tinha 21 pacientes confirmados com coronavírus em sua rede. Deles, sete estavam na UTI. Há ainda 24 pacientes considerados suspeitos para o Covid-19 na rede hospitalar.

Procon-PR notifica comércio por preços de álcool em gel e máscaras

O Procon Paraná, órgão ligado à Secretaria de Estado da Justiça, Família e Trabalho, esteve nesta quarta-feira (18) em estabelecimentos comerciais de Curitiba, com o objetivo de fiscalizar abusos nos preços do álcool em gel e máscaras.

Bruno Covas não descarta novas medidas e estima perdas de R$ 1,5 bi em São Paulo

O prefeito Bruno Covas (PSDB) não descartou novas medidas no combate ao novo coronavírus e estimou que São Paulo tenha prejuízo de R$ 1,5 bilhão por causa da doença. A Prefeitura determinou em decreto o fechamento do comércio de toda a cidade. Lojistas estão proibidos de atender presencialmente o público por 15 dias, a partir desta sexta-feira (20).

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -