Português  English  Español

Apoie o jornalismo independente!

EUA exigem que Arábia Saudita puna assassinos do jornalista

EUA exigem que Arábia Saudita puna assassinos do jornalista
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

O secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, pediu neste domingo (11) ao príncipe saudita Mohammed bin Salman para punir os responsáveis ​​pela morte do jornalista Jamal Khashoggi

O cruel homicídio aconteceu no consulado saudita em Istambul, na Turquia, e causou revolta internacional, danificando ainda mais a imagem internacional da monarquia da Arábia Saudita.

A porta-voz do Departamento de Estado dos EUA, Heather Nauert, afirmou:

O secretário de Estado, Michael R. Pompeo, falou hoje com o príncipe saudita Mohammed bin Salman. O secretário [Pompeo] enfatizou que os Estados Unidos responsabilizarão todos os envolvidos no assassinato de Jamal Khashoggi e que a Arábia Saudita deve fazer o mesmo.

E acrescentou:

No Iêmen, o secretário reiterou os apelos dos Estados Unidos para a cessação das hostilidades e para todas as partes sentarem à mesa para negociar uma solução pacífica para o conflito, com a participação do enviado especial da ONU.

O jornalista Jamal Khashoggi desapareceu em 2 de outubro depois de entrar no consulado saudita em Istambul. A suspeita é de que ele tenha sido desmembrado e que seu corpo pode ter sido dissolvido em ácido.

Na quarta-feira, o presidente dos EUA, Donald Trump, disse que na próxima semana terá uma “opinião mais forte” sobre quem é o responsável pela morte do jornalista.

O líder dos EUA acrescentou que a Casa Branca continua a trabalhar com todas as partes envolvidas no incidente, incluindo a Turquia e a Arábia Saudita.

A administração dos Estados Unidos também está buscando conselhos do Congresso sobre este assunto, de acordo com Trump.

 

Adaptado da fonte Sputnik

Compartilhe...

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on linkedin
LinkedIn

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...