Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch
Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch

EUA incentivam militares da Venezuela a aceitarem transição pacífica

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
EUA exortam militares da Venezuela a aceitarem transição pacífica

O conselheiro de Segurança Nacional dos Estados Unidos, John Bolton, exortou nesta segunda-feira (28) os militares da Venezuela a aceitarem de forma “pacífica” a saída do poder de Nicolás Maduro.

Ao ser questionado por jornalistas sobre uma eventual intervenção militar dos Estados Unidos para remoção de Nicolás Maduro do poder, o conselheiro John Bolton reiterou que “todas as opções” estão sobre a mesa.

O conselheiro de Segurança Nacional do presidente Donald Trump apelou diretamente aos militares, principal sustentação de Maduro, depois que Washington reconheceu na semana passada ao líder do Parlamento de maioria opositora, Juan Guaidó, como presidente interino da Venezuela.

Bolton mencionou o caso do adido militar da Venezuela em Washington, coronel José Luis Silva, que no fim de semana rompeu fileiras com Maduro, conforme noticiou a RENOVA.

Bolton reiterou, ainda, que os Estados Unidos responsabilizarão as forças policiais venezuelanas pela segurança de todo o pessoal diplomático americano na Venezuela, assim como da Assembleia Nacional e do presidente Guaidó.

“Qualquer violência contra estes grupos significará um ataque ao Estado de direito e terá uma resposta significativa”, afirmou, segundo o “UOL“.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email