- PUBLICIDADE -

EUA ignoram Maduro ao enviar ajuda humanitária à Venezuela

EUA ignoram Maduro ao enviar ajuda humanitária à Venezuela

- PUBLICIDADE -

Assessor de Segurança Nacional de Donald Trump confirma que a Casa Branca está mobilizando e transportando ajuda à Venezuela.

O governo dos Estados Unidos já começou a enviar pacotes de ajuda humanitária à Venezuela com alimentos e remédios.

O movimento é um claro desafio ao ditador venezuelano Nicolás Maduro que acredita que a entrada de suprimentos internacionais desembocaria em uma invasão armada do exército norte-americano.

Um porta-voz do Conselho de Segurança Nacional da Casa Branca confirmou neste sábado (2) à Agência Efe que o envio de ajuda já começou, mas não precisou se essa assistência está entrando e também não ofereceu detalhes logísticos sobre os lugares por onde poderia ser feita.

Mais cedo no sábado, o presidente interino venezuelano, Juan Guaidó, havia dito que ajuda humanitária chegaria para o país nas fronteiras da Venezuela com o Brasil e com a Colômbia e em uma ilha não identificada no Caribe, sem dar detalhes, informa a Folha.

Durante manifestação contra o regime do ditador Nicolás Maduro, na capital Caracas, Guaidó afirmou:

“Hoje anunciamos uma coalizão mundial pela ajuda humanitária e a liberdade na Venezuela. Já temos três pontos de apoio para a ajuda humanitária: Cúcuta (Colômbia) e farão outros dois, um ficará no Brasil e outro em uma ilha do Caribe.”

Os Estados Unidos têm prontos mais de US$ 20 milhões em assistência para os venezuelanos, e o entorno de Guaidó planeja anunciar em breve um plano para enviar essa ajuda ao país, apesar da ditadura Maduro rejeitar a entrada desses bens por considerar que não há crise humanitária no país.

Conforme noticiou a RENOVA na terça-feira (29), Guaidó havia dito que esperava ter apoio do governo do presidente Jair Bolsonaro para a entrada de ajuda humanitária na Venezuela.

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -