EUA investem milhões em tecnologia para minerar solo da Lua

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Nasa paga prêmio de US$ 500 mil por tecnologia de mineração da Lua.

O governo dos Estados Unidos está investindo em iniciativas que viabilizem a criação de uma tecnologia capaz de implementar um processo para efetuar a mineração do solo da Lua

Trata-se de uma das principais diretrizes da Nasa para o programa do retorno do ser humano ao satélite da Terra.

A extração de recursos do solo lunar é algo visto com extrema importância pela agência espacial americana. 

Afinal, a Lua possui gigantescas camadas de gelo sobre e sob a sua superfície. Especialistas acreditam que esta abundância poderia ser aproveitada para reforçar a disponibilidade de água para os habitantes da Terra, por exemplo.

Mas, obviamente, existe uma grande chance do solo lunar ser altamente rentável, o que, com toda certeza, também está na mira dos americanos.

Nesse período da empreitada, treze organizações científicas — entre empresas e escolas — receberam da Nasa um valor dividido de US$ 500 mil — algo em torno de R$ 2,7 milhões.

A Redwire Space ficou em primeiro lugar no programa após apresentar um conceito que usa dois rovers atuando em conjunto: um mais leve, para transporte de recursos; e outro mais pesado, com equipamentos de perfuração e extração, destaca o site Sci Tech Daily.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.