Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

EUA oferecem US$ 5 milhões de recompensa por aliado de Maduro

Maduro denuncia Brasil por asilo a militares desertores
Imagem: YURI CORTEZ / AFP
COMPARTILHE

O novo nome foi adicionado ao registro de fugitivos por lavagem de dinheiro e evasão de sanções financeiras.

O governo dos Estados Unidos ofereceu, nesta segunda-feira (1), uma recompensa de até US$ 5 milhões pelo venezuelano Joselit de la Trinidad Ramírez Camacho, um funcionário da ditadura de Nicolás Maduro.

Ramírez Camacho, atual superintendente de criptoativos da Venezuela, é acusado de lavagem de dinheiro e evasão às sanções do Tesouro dos EUA relacionadas a narcóticos.

Em um comunicado¹, o chanceler norte-americano Mike Pompeo declarou:

“O povo venezuelano merece um governo que escolheu livremente e cujos funcionários não conspiram com seus associados para cometer crimes de roubo contra o povo da Venezuela, incluindo lavagem de dinheiro para esconder o produto dessas atividades ilegais.”

Pompeo ainda reiterou² o compromisso de Washington de “ajudar os venezuelanos a restaurar sua 

democracia através de eleições presidenciais livres e justas”.

Ramírez Camacho foi incluído no Programa Transnacional de Recompensa ao Crime Organizado (TOCRP) do Departamento de Estado.

Ele também foi adicionado³ à lista dos mais procurados pelo Serviço de Imigração e Fiscalização Aduaneira (ICE), relatou o Departamento de Segurança Interna (DHS).

Referências: [1][2][3]

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários