EUA pedem ação da ONU contra mísseis do Irã

Idiomas:

Português   English   Español
EUA pedem ação da ONU contra mísseis do Irã
TARCISO MORAIS
TARCISO MORAIS
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Os Estados Unidos insistiram nesta quinta-feira (7) para que o Conselho de Segurança da ONU volte a impor restrições sobre regime islâmico do Irã.

O objetivo do governo de Donald Trump é conter o programa de mísseis iraniano e oferecer uma resposta aos testes efetuados por Teerã nos últimos meses.

Segundo a agência EFE, o representante americano nas Nações Unidas, Jonathan Cohen, defendeu que é necessário que o Irã enfrente “verdadeiras consequências” pelo seu “desafio descarado” às resoluções do Conselho.

Cohen chamou a atenção para um teste realizado pelo regime islâmico em dezembro de 2018 e sobre a colocação em órbita de dois satélites em janeiro e fevereiro.

De acordo com os Estados Unidos, todas essas atividades envolvem tecnologias capazes de transportar armas nucleares e vão contra uma decisão do Conselho de Segurança.

Washington defende que a resolução 2231, com a qual o Conselho de Segurança consagrou o acordo nuclear de 2015 com Teerã, proíbe ao Irã qualquer atividade relacionada com mísseis balísticos capazes de transportar armas atômicas.

Newsletter RENOVA

Receba diariamente as últimas notícias do Brasil e do Mundo.

Curta, siga e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on google
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email
SIGA A RENOVA NO TWITTER

Deixe seu comentário...

Veja também...