PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

EUA pressionam UE a reconhecer presidente interino da Venezuela

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Maduro pediu aos líderes militares a criação de um “plano especial de implantação permanente” das Forças Armadas para “defender a nação”.

Em pronunciamento, o ditador Nicolás Maduro afirmou na sexta-feira (15) que Estados Unidos e Colômbia estão traçando “planos de guerra” contra a Venezuela.

Maduro declarou:

“Vamos fazer um plano especial para a implantação permanente e adequação de força. Peço progressivamente, um plano para manter mobilizada a Força Armada Nacional Bolivariana (FANB) em defesa da nação.”

De acordo com o Estadão, o ditador não especificou detalhes sobre a operação do plano, mas ressaltou que a mobilização deverá contar com os “tanques da República, os mísseis da República, os soldados da República”, e que devem chegar a todo território venezuelano.

Ainda na sexta-feira, o departamento do Tesouro dos Estados Unidos anunciou sanções contra cinco funcionários da inteligência e segurança próximos a Maduro.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.