Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

EUA punem dois funcionários da ditadura Maduro por corrupção

Tarciso Morais

Tarciso Morais

EUA punem dois funcionários da ditadura Maduro por corrupção
COMPARTILHE

Casa Branca disse que “continuará acompanhando os funcionários que praticam corrupção à custa do povo venezuelano”.

O governo dos Estados Unidos impôs sanções, nesta quinta-feira (27), contra um ex-funcionário e um vice-ministro da ditadura de Nicolás Maduro, que foram acusados de receber propinas em troca de negócios no setor elétrico da Venezuela.

O Departamento do Tesouro para o Controle de Ativos Estrangeiros (Ofac) puniu o ex-ministro da Energia, Luis Motta Domínguez, e o vice-ministro de Finanças, Investimento e Alianças Estratégicas do Ministério da Energia, Eustiquio José Lugo Gómez.

Em um comunicado, o secretário do Tesouro americano, Steven Mnuchin, declarou:

“O Tesouro continuará acompanhando os funcionários que praticam corrupção à custa do povo venezuelano e, conscientemente, não fornecem serviços públicos básicos.”

De acordo com o texto, em vez de utilizar a posição que tinham em benefício da população, eles enriqueceram ilicitamente e contribuíram para a crise elétrica.

Em outro comunicado, o Departamento de Justiça detalhou que Motta e Lugo deram a três empresas com sede na Flórida mais de US$ 60 milhões em contratos com a Corpoelec, em troca de subornos, informa a agência EFE.

- PUBLICIDADE -
Error: Embedded data could not be displayed.
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM
Error: Embedded data could not be displayed.