EUA reduzem cota de importação para aço semi-acabado do Brasil

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

O governo brasileiro espera que a cota retorne em breve ao patamar original.

O Ministério das Relações Exteriores confirmou, neste sábado (29), que o governo dos Estados Unidos anunciou a redução da cota de aço semi-acabado que compra do Brasil.

Em uma proclamação emitida na última-sexta-feira (28), o presidente Donald Trump alterou uma decisão anterior sob os chamados poderes de segurança nacional da Seção 232 para reduzir o limite de importações permitidas. 

Trump citou uma queda no mercado siderúrgico dos EUA, que se acelerou em meio às paralisações estimuladas pela pandemia do coronavírus. 

“As importações da maioria dos países caíram este ano de forma compatível com essa contração, enquanto as importações do Brasil diminuíram apenas ligeiramente”, disse Trump na proclamação.

De acordo com a nota divulgada pelo Itamaraty, a isenção de tarifas para o produto adquirido dentro dos limites da cota foi mantida. 

“O governo brasileiro mantém a firme expectativa de que a recuperação do setor siderúrgico dos EUA, o diálogo franco e construtivo na matéria, a ser retomado em dezembro próximo, e a excepcional qualidade das relações bilaterais permitirão o pleno restabelecimento e mesmo a elevação dos níveis de comércio de aço semi-acabado”, diz a nota, segundo o jornal Valor Econômico.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.