Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

EUA reforçam apelo por ‘eleições livres’ na Bolívia

Tarciso Morais

Tarciso Morais

EUA reforçam apelo por ‘eleições livres’ na Bolívia
COMPARTILHE

“Admiramos o povo boliviano por defender sua Constituição, sua democracia e suas eleições livres”, diz o chanceler dos EUA.

O governo dos Estados Unidos sugeriu, nesta quinta-feira (21), que Evo Morales, ex-presidente da Bolívia, não deve participar das próximas eleições no país andino.

O chanceler norte-americano, Mike Pompeo, prometeu o apoio dos EUA ao governo de transição liderado por Jeanine Áñez e disse que devem ser “livres, justas e inclusivas”.

Em um comunicado, segundo a agência AFP, Pompeo declarou:

“Admiramos o povo boliviano por defender sua Constituição, sua democracia e suas eleições livres, justas e transparentes.”

E acrescentou:

“Aos que participaram das escandalosas irregularidades e da manipulação dos votos nas fracassadas eleições de 20 de outubro devem, pelo bem da Bolívia, se afastar e deixar que os bolivianos reconstruam suas instituições.”

- PUBLICIDADE -
Error: Embedded data could not be displayed.
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM
Error: Embedded data could not be displayed.