- PUBLICIDADE -

EUA registram 1ª morte ligada ao cigarro eletrônico no país

EUA registram 1ª morte ligada ao cigarro eletrônico no país
- PUBLICIDADE -

Quase 200 pessoas apresentaram sintomas de doença respiratória grave, como falta de ar e dor no peito, depois de usar o dispositivo eletrônico.

Os cigarros eletrônicos, também conhecidos como “vapers”, ganharam força nos últimos anos como uma tentativa de substituir os cigarros convencionais.

Os defensores dos aparelhos afirmam que o produto é menos nocivo, já que produzem vapor de água em vez de fumaça.

A venda de dispositivos desse tipo foi proibida no Brasil em 2009. O uso pessoal, no entanto, não é vetado, de modo que o consumidor pode trazê-lo do exterior e consumi-lo aqui.

Nesta segunda-feira (26), um homem, cuja identidade não foi revelada, morreu após desenvolver uma grave doença respiratória associada ao uso de cigarro eletrônico. Esse foi o primeiro caso do tipo registrado nos Estados Unidos, informa a revista Veja.

De acordo com os Centros de Controle e Prevenção de Doenças, o CDC, 193 pessoas apresentaram sinais de uma doença pulmonar depois do uso do cigarro eletrônico.

As autoridades norte-americanas de saúde ainda investigam o que levou ao surgimento da doença.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -