- PUBLICIDADE -

EUA retiram parte dos seus diplomatas da Venezuela

EUA retiram parte dos seus diplomatas da Venezuela

- PUBLICIDADE -

O governo dos Estados Unidos ordenou nesta quinta-feira (24) que seus funcionários diplomáticos “não-essenciais” devem deixar a Venezuela.

O Departamento de Estado dos EUA não acatou a expulsão completa dos diplomatas do país, ordenada pelo ditador Nicolás Maduro, mas emitiu um “alerta de segurança”, pedindo aos cidadãos norte-americanos que “considerem fortemente” deixar a Venezuela.

O governo dos Estados Unidos não informou quantos funcionários seguem na Venezuela. A advertência da Casa Branca fala especificamente que os norte-americanos devem agir com cautela na capital Caracas, informa a “Folha“.

Na quarta-feira (23), Maduro rompeu relações com Washington e deu prazo de 72 horas para que os diplomatas do governo americano deixassem o país.

A decisão de Maduro veio após o presidente dos EUA, Donald Trump, dar apoio ao líder opositor Juan Guaidó, que se autodeclarou presidente interino do Pais, conforme noticiou a RENOVA.

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -