Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

EUA tentam manter China longe da infraestrutura 5G no Brasil

Brasil estabelece diretrizes para leilão de licenças da 5G
COMPARTILHE

“Quem quer fazer investimentos em países onde sua informação não será protegida?”, indagou embaixador norte-americano.

Estados Unidos e Brasil estão discutindo sobre um possível financiamento para compra de equipamentos da Ericsson e da Nokia para implementação da infraestrutura da rede 5G em território brasileiro.

O embaixador norte-americano no Brasil, Todd Chapman, afirmou que esse tipo de financiamento é do interesse da “segurança nacional” dos EUA.

A ideia é evitar¹ que empresas como a Huawei, controlada pelo regime comunista da China, forneçam equipamentos às operadoras de telefonia brasileiras, para que seja possível “proteger os dados e a propriedade intelectual e também as informações sensíveis das nações”.

Além dos riscos para a segurança nacional, Chapman alerta que permitir empresas chinesas na estrutura de 5G do país poderia, inclusive, inibir investimentos de outras companhias estrangeiras.

“Quem quer fazer investimentos em países onde sua informação não será protegida?”, indagou Chapman.

O financiamento desta infraestrutura 5G no Brasil se daria por meio do International Development Finance Corporation, banco de fomento criado pelo presidente norte-americano Donald Trump no final de 2018, que age como contraponto à iniciativa Cinturão e Rota da China e ao crédito do Banco de Desenvolvimento da China para obras de infraestrutura em outros países.

Referências: [1]

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários