PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Eurocâmara pede avanço de investigação do TPI sobre Venezuela

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

O presidente da Eurocâmara, Antonio Tajani, e a ex-procuradora-geral da Venezuela, Luisa Ortega, solicitaram nessa quarta-feira (14) ao Tribunal Penal Internacional (TPI) que avance em sua avaliação preliminar sobre os “supostos crimes” no país latino-americano em 2017.

Pedimos ao Tribunal Internacional que vá adiante“, disse Tajani na entrevista coletiva depois de se reunir com Ortega, que, na sua opinião, é “a última procuradora democrática da Venezuela“, na sede da Eurocâmara em Estrasburgo, na França.

No dia 8 de fevereiro, o TPI anunciou o início desse exame preliminar sobre a situação na Venezuela, onde cerca de 125 pessoas morreram em 2017 durante manifestações opositoras.

A decisão respondeu a relatórios sobre uso da “força excessiva” pelos órgãos de segurança do Estado para “dispersar e reprimir” protestos, e o emprego “de meios violentos” por parte de manifestantes contrários ao governo.

Eu denunciei a execução de mais de 8.000 venezuelanos entre os anos 2015, 2016 e 2017, denunciei torturas, desaparecimento, prisões, detenções arbitrárias, prisões e apreensões em massa sem ordem judicial, julgamentos militares a civis“, explicou.

 

Com informações de: [AFP]

RENOVA Mídia precisa do seu apoio para continuar em funcionamento. Conheça nossa história e faça sua doação (boletou ou cartão) através da plataforma ApoiaSe. Clique AQUI e faça sua parte.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.