Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Europa não recebe bem a retirada de militares dos EUA da Alemanha

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Alemanha aprova ação dos EUA contra general Soleimani
Imagem: Reprodução/DW

“A Alemanha não está pagando”, disse Trump ao justificar a medida. 

A decisão do presidente Donald Trump, dos Estados Unidos, de retirar cerca de 12 mil militares da Alemanha não foi bem recebida na Europa

O anúncio feito por Trump na quarta-feira (29) e confirmou a ameaça que ele já vinha fazendo há algum tempo por conta das contribuições à OTAN. 

Os países integrantes da Aliança Militar do Atlântico Norte (OTAN) se comprometeram a gastar 2% de seus PIBs em defesa até 2024, mas a Alemanha não cumpre essa regra. 

Por isso, Trump utiliza até um vocabulário bastante hostil contra o governo de Berlim chamando o país de delinquente, como noticiou a RenovaMídia.

O primeiro-ministro da Baviera, Markus Söder, criticou o plano de retirada dos EUA, acrescentando que ele não serve a nenhum propósito militar claro e até enfraquece a aliança da OTAN e os próprios norte-americanos, destaca a rádio Jovem Pan.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email