Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Europeus cederam a ‘bullying’ de Trump, diz Irã

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Irã condena acusado de espionagem a favor dos EUA à morte
COMPARTILHE

Os cinco países disseram que, até agora, o envolvimento do Irã nas investigações tem sido positivo.

Cidadãos de cinco nações morreram na queda do Boeing 737-800, da Ucrânia, na última quarta-feira (8), nos arredores do aeroporto de Teerã.

O avião foi abatido por mísseis disparados por militares do Irã. O regime islâmico admitiu ter derrubado a aeronave “por engano” e prometeu punição severa aos envolvidos.

Nesta quinta-feira (16), autoridades dos cinco países, que tiveram vítimas no acidente, disseram que Teerã deve pagar indenizações às famílias.

Canadá, Ucrânia, Suécia, Afeganistão e Reino Unido disseram que o Irã deve “realizar uma investigação internacional minuciosa, independente e transparente aberta às nações em luto”.

Um comunicado do grupo de países foi divulgado durante encontro de autoridades, nesta quinta, em Londres, como noticiou a agência Reuters.

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram