Evangélico se torna primeiro-ministro da Austrália

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

No dia 31 de agosto, o pastor de uma das maiores igrejas pentecostais de Sydney se tornou o primeiro-ministro da Austrália.

Scott Morrison é o primeiro chefe de governo da Austrália que pertence a um movimento cristão evangélico, levando muitos cidadãos a indagar se este fato poderá afetar as decisões de política externa ou de política social.

Morrison, 50, cresceu em um bairro de Sydney, à beira-mar, e sua família sempre participou ativamente da Igreja Unida da Austrália. Conheceu sua esposa, Jenny, na igreja, aos 12 anos.

“Para mim, a fé é algo pessoal, mas suas implicações são sociais porque a responsabilidade pessoal e social se encontram no cerne da mensagem cristã”, afirmou Morrison em sua primeira intervenção no Parlamento, em 2008.

“A Austrália não é um país secular”, acrescentou. “É um país livre. Esta é uma nação na qual os cidadãos têm a liberdade de seguir o credo que escolherem”.

Adaptado da fonte Estadão

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.