PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Evidências em Pompeia sugerem que romanos reciclavam lixo

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

“Descobrimos que parte da cidade foi construída com lixo”, diz arqueóloga sobre Pompéia. 

Uma equipe de arqueólogos da Universidade Tulane, nos Estados Unidos, sugere que a reciclagem pode ter sido uma das técnicas dominadas pelo Império Romano.

Os pesquisadores analisaram pilhas de destroços e lixo acumuladas ao lado de muros da antiga cidade de Pompéia

Inicialmente, acredita-se que elas teriam sido geradas durante um terremoto que atingiu a cidade em 62 d.C, alguns anos antes da catastrófica erupção do vulcão Vesúvio

Ao que tudo indica, no entanto, as pilhas eram propositalmente empilhadas em pontos estratégicos da cidade, onde o lixo era vendido e reutilizado em novas construções.

Em entrevista ao jornal britânico The Guardian, a arqueóloga Allison Emmerson, líder do estudo, declarou:

“Descobrimos que parte da cidade foi construída com lixo. As pilhas [de lixo] do lado de fora dos muros não eram de materiais para serem jogados fora. Elas estavam ao lado das paredes sendo coletadas e classificadas para serem revendidas para dentro dos muros [da cidade].”

Para analisar a movimentação de lixo por Pompéia, os arqueólogos analisaram amostras de solos.

Eles perceberam que alguns eram mais arenosos, enquanto outros tinham materiais mais orgânicos, dependendo de onde o lixo havia se acumulado.

Entre os materiais mais utilizados estavam pedaços de ladrilhos e ânforas quebradas, que eram “escondidas” com pedaços de argamassa e gesso. O material foi utilizado como base de diversas construções da época, destaca a revista Galileu.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.