Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Ex-assessor de Trump foi alvo de manipulação política pelo FBI

Ex-assessor de Trump foi alvo de manipulação política pelo FBI
COMPARTILHE

“O governo de Obama foi em cima dele com o objetivo de acabar com um presidente”, disse Trump.

O Departamento de Justiça dos Estados Unidos retirou, nesta quinta-feira (7), as acusações criminais que havia apresentado contra Michael Flynn, o primeiro assessor de Segurança Nacional do presidente Donald Trump.

Em conversa com jornalistas no Salão Oval da Casa Branca, Trump afirmou que “muita gente vai pagar um alto preço” pela forma como lidou com o caso envolvendo o falso conluio do Partido Republicano com a Rússia para vencer as eleições de 2016.

O presidente estava se referindo aos procuradores e agentes do FBI que iniciaram a investigação nos últimos dias do mandato de Barack Obama.

Trump enfatizou:

“Era um homem inocente, um homem bom. O governo de Obama foi em cima dele com o objetivo de acabar com um presidente.”

O mandatário republicano acrescentou que a imprensa é “cúmplice” pela cobertura da investigação sobre o falso conluio com a Rússia e que deveria “devolver os prêmios Pulitzer” que recebeu.

Em documento apresentado nesta quinta, o Departamento de Justiça afirmou que, depois de analisar “informações recém-descobertas”, concluiu que a reunião do FBI com Flynn, em fevereiro de 2017, “foi desconectada da investigação do FBI” sobre esse funcionário e “foi injustificada”, destaca a agência EFE.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários