- PUBLICIDADE -

Ex-ministros da Ciência lançam manifesto contra governo Bolsonaro

Ex-ministros da Ciência lançam manifesto contra governo Bolsonaro
- PUBLICIDADE -

“Vivemos hoje a maior das provações da nossa história”, afirmaram ex-ministros da Ciência.

Dez ex-ministros da Ciência assinaram um manifesto, nesta segunda-feira (1º), em oposição às medidas do governo do presidente da República, Jair Bolsonaro, na área.

A maioria dos que assinaram o documento fizeram parte de governos do Partido dos Trabalhadores (PT).

Batizado de “A ciência brasileira em estado de alerta”, o encontro para assinatura do documento aconteceu na UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro).

“Agravam-se os cortes orçamentários drásticos que poderão levar a um retrocesso sem paralelo na história da ciência brasileira, área essencial e crítica, tanto ao desenvolvimento econômico e social quanto à soberania nacional”, começa o texto de duas páginas.

Entre os que assinam o manifesto estão os ex-ministros de Dilma Rousseff: Aloízio Mercadante (2011), Marco Antonio Raupp (2012 a 2014), Clélio Campolina (2014) e Celso Pansera (2015 e 2016), além de Roberto Amaral, do governo Lula (2003).

José Goldemberg (Collor, 1990 a 1992), Sérgio Machado Rezende (Lula, 2003), Aldo Rebelo, Luiz Carlos Bresser-Pereira e Ronaldo Sardenberg, que também assinaram o documento, não participaram do evento, informa o jornal Folha de S. Paulo.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -