Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Ex-mulher acusa presidente do PROS de usar laranjas

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Ex-mulher acusa presidente do Pros de usar laranjas
COMPARTILHE

Além do ex-marido, Sandra enumera entre os acusados sete pessoas que foram usadas como laranjas nessas transações.

Um processo impetrado por Sandra Caparrosa, na Justiça de Goiás, revela que parte dos bens do presidente do PROS, Eurípedes Júnior, está em nome de “laranjas”, com o objetivo de esconder os verdadeiros donos.

Sandra impetrou ação de anulação de escritura pública de compra e venda de imóveis adquiridos pelo ex-marido, no valor de R$ 2 milhões.

A ação foi impetrada em julho na Justiça de Planaltina, município de Goiás onde Eurípedes já foi vereador e tem residência.

A ex-mulher explica na ação que Eurípedes Júnior não registrava os imóveis em nome do casal ou em seu nome porque responde a ações de cobrança e as transações visavam fraudar os credores.

Ela decidiu denunciar o presidente do PROS porque ele estaria se recusando a repassar a parte que cabe a ela na divisão dos bens, informa a revista Veja.

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram