Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Ex-presidente da Coreia do Sul condenada a 24 anos de prisão

COMPARTILHE

A ex-presidente sul-coreana Park Geun-hye, que foi afastada do cargo no início de 2017 em meio a um escândalo de corrupção, foi condenada a 24 anos de prisão e ao pagamento de uma multa de 18 bilhões de won (cerca de R$ 57 milhões).

Em julgamento transmitido ao vivo pela TV, Park foi declarada culpada de 16 das 18 acusações que lhe haviam sido imputadas, incluindo subornos, coerção e abuso de poder. A promotoria pediu para ela 30 anos de prisão e o pagamento de uma multa de 118,5 bilhões de wons (R$ 317 milhões).

O escândalo de corrupção deflagrou em outubro de 2016, quando vários meios de comunicação relataram que as maiores empresas sul-coreanas, incluindo a Samsung, receberam apoio do governo em troca da doação de grandes somas de dinheiro aos fundos criados pela amiga de Park Geun-hye, Choi Soon-sil. Choi estava supostamente se intrometendo em assuntos de Estado sem ter qualquer posto oficial, ajudando a extorquir dinheiro de grandes corporações.

Há dois meses, o Tribunal sentenciou Choi Soon-sil a 20 anos de prisão. Ela também deve pagar uma multa de 18 bilhões de won (cerca de R$ 57 milhões).

No total, foram apresentadas acusações a 30 pessoas, incluindo ao presidente da corporação Samsung, Lee Jae-yong.

 

Com informações de: [Sputnik]

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários

PUBLICIDADE