Português   English   Español

Ex-presidente do Equador se compara a Lula e fala em perseguição

Ex-presidente do Equador se compara a Lula e fala em perseguição

Acusado de participar de sequestro, Rafael Correa foi intimado pela Suprema Corte a voltar ao país.

Em entrevista concedida à AFP na Bélgica, onde reside com a família desde sua saída do poder, o ex-presidente equatoriano, Rafael Correa, declarou:

Como não podem nos vencer nas urnas, procuram nos derrotar com essas desculpas tremendamente graves. É uma perseguição política.

Para o ex-mandatário, as ações contra ele fazem parte de uma estratégia regional baseada em uma “perseguição judicial terrível”.

O membro do Foro de São Paulo e ex-presidente do Equador continuou:

O famoso lawfare (guerra jurídica, em tradução livre) por parte das elites locais conectadas com os países hegemônicos. Veja o que aconteceu com [Luiz Inácio] Lula e o mundo não reage.

O ex-presidente do Brasil foi condenado e preso por corrupção e lavagem de dinheiro. Assim como no Equador, a ex-presidente da Argentina, que também faz parte do Foro, reverbera um discurso bastante semelhante, conforme noticiou a Renova Mídia.

Adaptado da fonte Folha

Deixe seu comentário

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter