Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Ex-presidente do Flamengo é indiciado por homicídio doloso

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Ex-presidente do Flamengo é indiciado por homicídio doloso
COMPARTILHE

Dez jovens jogadores das categorias de base do Flamengo morreram em incêndio no centro de treinamento do clube. Outros três ficaram feridos.

A Polícia Civil do Rio de Janeiro indiciou por homicídio doloso o ex-presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, além de outras sete pessoas.

O indiciamento se deve ao incêndio no Ninho do Urubu, o CT do Flamengo, no início de fevereiro, que matou 10 jogadores da base do clube rubro-negro.

Segundo o site G1, o inquérito – assinado pelo delegado Márcio Petra –, considerou que houve uma série de falhas que poderiam ter evitado o incêndio.

Em nota, o Flamengo informou ainda não ter sido notificado e que, por esse motivo, não ia comentar o caso.

O ex-presidente do Flamengo também disse que ainda não tinha sido notificado e, por isso, não podia se manifestar.

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram