Português   English   Español
Português   English   Español

Ex-presidente do Paquistão preso por lavagem de dinheiro

Ex-presidente do Paquistão preso por lavagem de dinheiro
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Presidente do Paquistão entre 2008 e 2013, Zardari negou qualquer atividade criminosa, e afirmou que trata-se de uma investigação politicamente motivada.

Asif Ali Zardari, ex-presidente do Paquistão, foi preso, nesta segunda-feira (10), por envolvimento em um esquema de lavagem de dinheiro.

Zardari, que é membro do Partido Popular do Paquistão (PPP), foi detido em sua casa na capital Islamabad por soldados de um órgão anticorrupção.

Horas antes, segundo a agência EFE, o Superior Tribunal de Islamabad havia rejeitado o prolongamento da liberdade provisória de Zardari e de sua irmã, que não foi detida.

Eles estão sendo investigados por uma comissão que inclui membros da Agência Federal de Investigação e dos serviços de inteligência por ordem do Supremo por suposta participação em um sistema de lavagem de dinheiro.

Segundo um relatório da comissão, o ex-presidente e seus cúmplices “lavaram” 4,2 bilhões de rúpias (R$ 107,6 milhões) por meio de 29 contas bancárias em nome de outras pessoas.

Viúvo da ex-primeira-ministra Benazir Bhuto, assassinada em um atentado em 2007, Zardari teve há décadas problemas com a justiça por corrupção e já esteve preso durante quase 11 anos.

Compartilhe...

Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
Share on reddit
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...

Curta a RENOVA!